ACOMPANHE O DEPUTADO
ADELMO NAS REDES SOCIAIS

JM ONLINE – CANDIDATOS A DEPUTADO FEDERAL PODEM GASTAR ATÉ R$ 2,5 MILHÕES

3 de julho de 2018 em Na mídia

Compartilhe este conteúdo:

Justiça Eleitoral divulgou o limite de gastos das campanhas eleitorais deste ano, bem como o limite quantitativo para contratação de pessoal. Para o cargo de presidente da República o teto será de R$ 70 milhões para o primeiro turno, valor que pode ser acrescido em R$ 35 milhões caso haja segundo turno.

O limite fixado às campanhas para deputado federal ficou em R$ 2,5 milhões. No caso dos parlamentares com base eleitoral na região, apenas dois teriam que reduzir os gastos de campanha. Segundo banco de dados da Justiça Eleitoral, Caio Narcio (PSDB) declarou total de R$3.987.657,71 em despesas na campanha em 2014 e Marcos Montes (PSD), R$3.180.491,28.

Por outro lado, Aelton Freitas (PR), Adelmo Carneiro Leão (PT) e Zé Silva (SD) já estariam dentro do limite estabelecido. O republicano informou gastos de R$1.811.334,70 à Justiça Eleitoral em 2014, enquanto o petista aplicou R$918.733,10 na campanha anterior e Silva R$1.418.401,59.

Para os cargos de deputados estadual ou distrital, o teto ficou fixado em R$ 1 milhão. Tanto Antônio Lerin (PSB) quanto Tony Carlos (PMDB) estariam de acordo com a regra. A prestação de contas de Lerin registra R$448.795,47 em despesas na eleição de 2014 e o relatório da campanha de Tony informa aplicação de R$330,567.77 para custear a campanha.

No caso das campanhas para governadores e senadores, o limite de gastos variam de acordo com o eleitorado de cada unidade da Federação. Em Minas Gerais, o teto no primeiro turno é R$ 14 milhões e R$ 7 milhões em caso de segundo turno. O valor está bem abaixo do que gastaram os candidatos em 2014. Naquele ano, o governador Fernando Pimentel (PT) comunicou despesas de R$52,2 milhões e o tucano Pimenta da Veiga declarou R$43,1 milhões em gastos.

O TSE também disponibilizou em seu portal o limite de contratações diretas ou terceirizadas de pessoal, para serviços de militância e de mobilização nas ruas, tanto para a campanha presidencial como para as de senador, deputados e governadores. Em Minas, o teto para candidato a governador é de 4.454 pessoas. Para deputado federal, a quantidade máxima é 1.559 e o limite para os postulantes a Assembleia Legislativa é 780 contratados.

Fonte: JM Online

Brasília/DF

Câmara dos Deputados

Anexo IV, Gabinete 231

Brasília - DF - CEP: 70160-900

Tel: +55 61 3215-5231

Belo Horizonte

Gabinete Belo Horizonte

Rua Matias Cardoso, 11 - Sala 204

Belo Horizonte - MG - CEP: 30170-050

Tel: +55 31 2511-1350

Uberaba

Escritório Regional de Uberaba

Rua Major Eustáquio, 501 - Centro

Uberaba - MG - CEP:38010-270

Tel: +55 034 3313-5013

ACOMPANHE O DEPUTADO
ADELMO NAS REDES SOCIAIS